MOC participou de comemoração da Associação de Mucambinho em Santaluz

MOC participou de comemoração da Associação de Mucambinho em Santaluz

30/04/2018

#MOC_PorumSertaoJusto


Uma trajetória de luta, coragem, resistência e insistência traduziu a comemoração dos 26 anos da Associação dos Pequenos Produtores da Comunidade de Mucambinho, no município de Santaluz, que com muita alegria os/as moradores/as e convidados/as festejaram essa forte e bonita caminhada, 
no último domingo, 29 de abril que se caracteriza pela união do Assentamento que tem 31 anos de história e existência, contando com 89 famílias. O Movimento de Organização Comunitária (MOC) esteve presente na celebração, por meio da técnica Cleonice Oliveira, pois acredita na organização comunitária que se movimenta em busca de acessar seus direitos e garantir uma vida mais digna e justa no contexto da Convivência com o Semiárido.

O festejo contou ainda com a participação do grupo de produção Mulheres Artesãs de Mucambinho (MAM), do Centro de Apoio aos Interesses Comunitários (CEAIC), o vereador Arivan Cardoso (Vanvan do Mucambinho), a professora Maria das Graças, que se sente parte da comunidade, entre outros parceiros/as. E seguiu com relatos, depoimentos, cotação de causos, bem como apresentação da história do Assentamento em forma de teatro da para homenagear a Associação, por crianças e adolescentes, como também muita diversão e não poderia faltar o bolo para a festa. “As crianças e adolescentes, já compreendem a importância da Associação como espaço social e de mobilização das pessoas”, expressou Cleonice.

Segundo o morador José Hamilton da Silva a Associação contribuiu nas mudanças da vida das famílias e no desenvolvimento da comunidade, pois essa é uma maneira eficaz de concentrar forças em busca de um bem e interesses comuns e coletivos, sanando assim os anseios em busca de mais autonomia, liberdade, e felicidade na realidade de onde escolheram viver. O presidente Jaime Pereira compartilhou também dessa felicidade em fazer parte dessa trajetória da Associação. “Para mim é um privilégio comemorar mais um ano, mais uma vitória, onde já conseguimos diversos resultados através da Associação”, frisou Jaime.

Um dos papeis importantes de uma associação é a luta pela cidadania, construída pela caminhada conjunta dos membros que a compõem, se conscientizando quanto aos seus direitos e deveres diante da sociedade, lutando pelo acesso as politicas públicas como direito, que fortalece as lutas comunitárias em mudanças significativas para as famílias. “É importante comemorar 26 anos de aniversário, pois é a caminhada e transformação da nossa vida e nos ajuda a ficar unidos, para buscar viver momentos bons com o nosso povo e nossos parceiros”, completou o ex. presidente da Associação Justiniano Ferreira.

O MOC que trabalha com ações na luta e defesa dos diretos humanos, incentivando e contribuindo com o desenvolvimento sustentável de comunidades, atua em Mucambinho com o projeto Cirandando pelos Direitos, em parceria com o KNH, que desenvolve ações voltadas para o direito de crianças e adolescentes, como também presta assessoria para o Grupo de Produção Mulheres Artesãs de Mucambinho (MAM), através do Programa de Fortalecimento de Empreendimentos Econômicos Solidários (PFEES), além de executar a Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER).

Admiro muito a comunidade pela organização e digo sempre que são exemplos de união, tenho muito prazer de trabalhar aqui e de está representando o MOC. Aqui tem uma coisa muito forte, o povo é guerreiro/a, que não foge da luta, e o nosso caminho é esse mesmo, não podemos parar, não podemos desistir, muitos desafios estão vindo, esse ano principalmente com tantas perdas de direitos, pois a gente sabe o quanto é difícil pra gente enquanto Associação, ONG, Sindicato, mas somos guerreiros/ as, com garra e coragem precisamos continuar. Então parabéns e vinda longa para a Associação, fico muito feliz em ver tudo que a comunidade de Mucambinho vem construindo”, enfatizou Cleonice do MOC.






Por: Robervânia Cunha 
Programa de Comunicação do MOC