MOC realizou II Módulo de Oficina de Educação do Campo Contextualizada em Biritinga

MOC realizou II Módulo de Oficina de Educação do Campo Contextualizada em Biritinga

05/07/2018

#MOC_PorumSertaoJusto

A chama “Água de Educar” é um processo que leva a construção das cisternas nas escolas do campo, contribuindo com o seu funcionamento ativo junto com uma série de formações que dialoga com essa realidade, a exemplo das Oficinas de Educação do Campo Contextualizada, que durante os dias 03 e 04 foi realizada o II Módulo no município de Biritinga, através do projeto Cisternas nas Escolas, executado pelo Movimento de Organização Comunitária (MOC), em parceria com Articulação Semiárido Brasileiro (ASA) e com apoio do Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA). 

Segundo a técnica do Programa de Educação do Campo Contextualizada (PECONTE/MOC) Ana Paula Duarte que facilitou a oficina com a colaboração de Jutaí Santos (Coordenador do projeto), compartilhando saberes entre os educadores/as das escolas do campo do município, essa formação teve foco na discussão da Educação Contextualizada na dimensão de gênero, etnia e raça, bem como na didática da educação aberta enquanto ferramenta para instrumentalizar os professores/as na prática pedagógica, tendo a cisterna como estratégia de abordar o direito à água e educação contextualizada.

O professor José Jacinto (comunidade de Vila Nova, Escola municipal Manoel Sousa) destacou com alegria o prazer de participar da oficina, pois sabe da soma de aprendizados que nela acontece através da troca de conhecimentos. “Vejo a qualidade do curso de forma muito produtiva, os professores bem envolvidos, traz uma perspectiva muita boa para o futuro da educação contextualizada, que tá sendo abordada de forma muito extensa, e com essa doação toda dos participantes, acredito que vai fortalecer ainda mais. Já estamos na expectativa da terceira etapa”, contou o professor.

“Quem teve a oportunidade de participar, com certeza não volta para casa do mesmo jeito, pois essa forma de adquirir experiências na construção de materiais didáticos e conhecimentos nos faz perceber, que com pouca coisa podemos levar muitos aprendizados para os alunos”, disse Arlene Gestora de Escolas na avaliação, ressaltando que esse curso é uma coisa única nesse processo de formações.




Por: Robervânia Cunha
Programa de Comunicação do MOC (PCOM)