Persistência, garra e determinação resumem a trajetória do Grupo “Mulheres de Mucambo”

Persistência, garra e determinação resumem a trajetória do Grupo “Mulheres de Mucambo”

04/05/2016

Grande potencial de frutas nativas na comunidade de Mucambo, localizada em uma produção agroecológica localizada a 16 km da sede do município de Riachão do Jacuípe e 202 km de Salvador, despertou em 2008 a criação do grupo de produção “Mulheres de Mucambo” na época denominado “Frutos da Caatinga”.

Leia mais
A Associação Comunitária de Pedras e Região é símbolo de resistência e transformação

A Associação Comunitária de Pedras e Região é símbolo de resistência e transformação

18/11/2015

A Associação Comunitária de Pedras e Região é uma instituição formada por agricultores e agricultoras familiares, em sua maioria mulheres, localizada na comunidade de Pedras, município de Conceição do Coité. A Associação que também integra a Cooperativa Agricultura Familiar de Conceição do Coité (Coopafam) trabalha na produção de diversos produtos. “Sequilhos, polpa de frutas, broas, cupcakes, farinha de tapioca, beijus e beiju de coco são esses produtos que nós conseguimos manter uma produção semanal” ressalta a integrante do grupo Marciane Silva.

Leia mais

Cartilha Conviver com o semiárido- Água para Produção

10/11/2015

Essa cartilha faz parte das ações do Projeto Aguadas, desenvolvido pela ASA Bahia em parceria com o INGÁ, dentro do Programa Água para Todos, do Governo do Estado da Bahia.

Leia mais

Caderno de Experiências Comércio Justo e Economia Solidária

10/11/2015

As experiências socializadas nesta edição do Caderno de Experiência são frutos das experimentações e vivencias de 40 empreendimentos econômicos solidários formados por agricultoras e agricultores familiares dos territórios da Bacia do Jacuípe, Portal do Sertão e Sisal, filiados a filiados Rede de Produtoras da Bahia/RPB e a Agência Regional de Comercialização da Bahia/ARCO-Sertão.

Leia mais

Caderno de Experiências Mãos que Trabalham

10/11/2015

Este caderno foi elaborado em um processo de construção coletiva envolvendo educadoras/es, jovens monitoras e as mulheres rurais. Fez-se levantamento dos aspectos que caracterizam fortemente o seu desenvolvimento, contribuindo para o empoderamento político, social, cultural e econômico destas mulheres e suas organizações na perspectiva da sustentabilidade.

Leia mais

Família Barbosa: “Nossa propriedade é uma diversidade de vida melhor”

12/05/2015

Na comunidade do Alto do Cruzeiro, no Sítio Cosme e Damião do município de Santaluz, seu Maurício Duarte Barbosa, conhecido por Mauricinho de 47 anos, e Maria Rossânia Barbosa da Silva, de 39 anos, gosta de ser chamada de Cleide, são agricultores determinados e dedicados a família e a propriedade. Cleide e seu  esposo  são de Pernambuco e estão na Bahia há alguns anos. 

Leia mais
Momentos de emoções, trocas e aprendizagens no intercâmbio em Barrocas

Momentos de emoções, trocas e aprendizagens no intercâmbio em Barrocas

26/03/2015

O sol distribuiu seu brilho destacando o verde que insistia em compor o cenário. Por onde passaram, os agricultores e agricultoras familiares dos municípios de Retirolândia, Riachão do Jacuípe e Ichu saciavam a curiosidade despertada diante de tantas novas aprendizagens durante intercâmbio realizado entre os dias 23 e 24 de março às comunidades rurais do município baiano de Barrocas.

Leia mais
Mulheres de Rose: “Hoje podemos dizer que estamos no céu”

Mulheres de Rose: “Hoje podemos dizer que estamos no céu”

18/03/2015

“A gente queria melhorar nossa condição de vida, mas os projetos eram somente para os homens assentados dos lotes de terra”, conta Elzita Cunha, uma das pioneiras do Grupo de Mulheres Produtoras da Comunidade de Rose (GMPR), hoje com 20 mulheres, agricultoras familiares, que desenvolvem atividades de produção de sequilhos, broas e beijus, além de cuidar e comercializar hortaliças cultivadas em horta própria.

Leia mais